Plus size: uma oportunidade de negócios

Plus size: uma oportunidade de negócios

Qual empresa você procura?

Seja bem-vindo ao portal da Revista Santa Têxtil

Notícias

27/07/2017 | Categoria: Mercado

Plus size: uma oportunidade de negócios

Ao longo dos anos, acompanhamos grandes mudanças no segmento de moda plus size. Se no início
dos anos 2000 encontrar peças de vestuário que contivessem informação de moda era uma tarefa
praticamente impossível, agora em 2017 já vivemos uma nova realidade, e as marcas estão cada
vez mais atentas a isso! Conheça a seguir um pouco mais sobre esse mercado que ainda promete
crescer muito, e a oportunidade de negócio que você pode encontrar nesse nicho:
 
 

Fashion Weekend Plus Size 2017  ComportamentoUma das principais questões a se levar em consideração

em relação a moda plus size é que ela não se limita apenas ao conceito de tamanhos maiores, e sim de

diferentes tipos corporais. Esse é um dos principais problemas entre as ofertas encontradas no mercado e

que trazem insatisfação para o consumidor. A modelagem das peças e a estética dos produtos precisam

estar em sintonia, e serem pensadas para, além de serem funcionais e confortáveis, conterem informações

de moda e tendências que enalteçam a auto-estima desse público. Pensando nisso, é importante lembrar

de nomes que vem movimentando a indústria e pregando uma filosofia de aceitação corporal adotada por

um número cada vez maior de mulheres. Personalidade como a modelo Ashley Graham, e blogueiras

como a brasileira Ju Romano e a francesa Stéphanie Zwicky, são apenas alguns exemplos de mulheres

que lutam para quebrar os padrões de beleza irreais e provam que é possível estar acima do peso e se

sentir confortável com isso.

 

Ashley Graham | Ju Romano | Stéphanie Zwicky  SaúdeMundialmente, segundo a World Health Organization,

mais de 1.9 bilhões de adultos estavam acima do peso em 2014. No brasil, a partir de dados do IBGE e do

Ministério da Saúde, descobriu-se que 60% da população brasileira está acima do peso. Em SP, por exemplo,

são 55,3%, sendo que destes, 21,2% estão obesos, números aproximadamente 10% maiores que 10 anos atrás.

O aumento da concentração nos centros urbanos, rotina acelerada e stress são alguns dos elementos que

colaboram para o aumento dessas estatísticas, fazendo com que a população descuide da alimentação e da

prática de exercícios físicos.

 
 
 

 

Fonte: fashion network

Voltar


© Copyright 2017 | Santa Têxtil